Coluna do WILKER CAMPOS!

 

 


Coluna do Wilker Campos


 

 


 

 


 


 


 

 


 


 


 



 


 


 

 

 


 


 


 

 

 


VOLTAMOS!

 

FICAMOS SEM ATUALIZAÇÕES POR DOIS ANOS.

 

O PORTAL CAMPO E CIDADE, VOLTOU ÀS ATIVIDADES A PARTIR DO DIA 14 DE JUNHO DESTE ANO DE 2019!

 

É COM ALEGRIA E ENTUSIASMO QUE, VOLTAMOS ÀS ATIVIDADES DA COMUNICAÇÃO HUMANA E SOCIAL!

 


Sobre a pena de morte

 

01/01/2017  - às 19horas37minutos - WILKER CAMPOS

 

A pena de morte é um assassinato legitimado, e a posse de arma é apenas um dos meios para que tal evento seja efetuado.


As leis são regidas pela ilegalidade ou legalidade do temperamento humano, e, portanto, passíveis de erros.


O comodismo social, é avaliar o efeito como causa; analogia pertinente, é a de retirar com um balde a água do oceano.


Já que o ato de um indivíduo social não é fonte de análise fecunda para o desmembramento da causa de sua vontade. Pois, o que comanda uma ação é um pensamento, e o que emoldura um pensamento, é tanto a intervenção do coletivo social, como a discrepância analítica do próprio indivíduo.


Se tal indivíduo não tem potencial de convir aos interesses do organismo social, ele se torna margem referente ao centro de contribuição social, e, portanto, passível às privações geridas pelo corpo institucional punitivo.


Não trato portanto, da legitimidade dos atos infracionais para com a integridade do individual coletivo, porém, sabemos tão quanto, que a fonte que sustenta os alicerces da criminalidade, é a mesma que rotula e sanciona a jurisprudência para com a punição do corpo marginal de decorrência secundária (aquela marginalidade que é apenas funcionária da marginalidade prócere), o que não altera o seu nível de culpabilidade, devido a apatia para com a auto administração da gestão de seu próprio raciocínio. Porém, quantos indivíduos sociais, têm demasiada indolência mental, e somente por exercerem seus papéis de contribuintes funcionais, têm legitimidade de suas ações?


(O fato de eu utilizar um gênero musical denominado rap como apoio, é simplesmente porque tal gênero exerce melhor a função de comunicar as singularidades de uma parcela social esquecida, e, portanto, com maior afinidade com a verdade; diferentemente do rock contemporâneo que é exercido por um amontoado de filhinhos das classes desprovidas de problemas de ordem sociais, ou de um sertanejo que tem como simples objetivo a manutenção de uma vaidade austera).

 

Simplismente .... Wilker Campos

 


 


 



 

 


 


 


 

 


 


 

 


 


 


 


 

 


 

 


 

 


 

 


 


 

 


 

 

Wilker Campos é ator,  poeta, filósofo por natureza, artista plástico e trabalha na área da pintura a óleo, aquarela, acrílica, aerografia, desenho, cartunista, escultura, restauração.

 

O artista também ministra aulas desde os 17 anos de idade, de pintura a óleo e desenho acadêmico. Também dá aulas de desenho técnico e arquitetônico.


Wilker Campos já expressou seus talentos artísticos dando aulas na Casa do Artesão, da cidade de Uberaba há mais de 10 anos. Também ministrou aulas na Escola de Artes Dr. Odilon Fernandes por 5 anos.

 


 

 

O Portal Campo e Cidade informa há nossos internautas que, os textos, fotos e vídeos de nossos colunistas não necessariamente representam a opinião de nosso site. Todavia, por acreditarmos no direito de todos à liberdade de expressão em nosso país; não interferimos nas publicações desde que também respeitados e resguardados os direitos de todos nós cidadãos e cidadãs pela nossa Constituição Federal.

PortalCampoeCidade > Jornalismo Humano e Social!